logo


Seguindo ao forte terremoto que sacudiu o centro da Itália, a Cruz Vermelha italianoa está trabalhando com mais de 420 voluntários e mais de 100 meios de auxiliar a população afetada pelo terremoto na Itália central.

Mais de 420 dos trabalhadores humanitários da Cruz Vermelha Italiana que foram deslocados para as cidades mais afetadas, incluindo Amatrice e Accumoli, Pescara del Tronto, Arquata del Tronto. Os dados fornecidos pela Sala Nacional de Operações da Cruz Vermelha, que esta coordenando intervenções, revelam que, além dos voluntários já empregados na operaçõa, estão prontos para iniciar um adicional de 100 trabalhadores e 25 veículos de toda a Itália.

Além da preparação de 2 cozinhas de campanha para Amatrice e Accumoli preparados na parte da tarde, mais de 100 veículos atualmente empregado no terremoto de emergência no centro da Itália, incluindo, dezenas de ambulâncias, furgões, SUVs, caminhões cargas de materiais e equipamentos respondendo à primeira fase de emergência. Entre o pessoal empregado no campo CRI, foram  enviadas as equipes de apoio psicológico e especial de recuperação, unidades de cães de resgate, médicos, enfermeiros e pessoal de logística.

Também  esta operando em Amatrice a PMA, posto médico avançado, operado pela Cruz Vermelha para apoiar a sala de emergência local. A Cruz Vermelha também está envolvida em atividades para a criação de centros de acolhimento, cuidados de saúde e de apoio logístico e de distribuição de artigos de socorro.

Operadores já envolvidos de Lazio, Úmbria, Abruzzo, Marche, Lombardia, Liguria, Piedmont em breve estarão outros voluntáerios de outras regiões da Itália.

Photo_rid_6

Photo_rid_15

 Fonte e imagens: Cruz Vermelha Italiana