logo


06-12-2013 Declaração oficial

Declaração oficial do presidente do CICV Peter Maurer sobre a morte do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela.

É com grande tristeza que tomei conhecimento da morte de Nelson Mandela, no dia 5 de dezembro, aos 95 anos. Em nome do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, gostaria de expressar os meus mais sinceros pêsames à sua família e aos seus amigos.

Madiba – o seu nome de clã xhosa – permanecerá nas nossas mentes como o mais amável, altruísta, solícito e comprometido dos homens.

Mandela foi reverenciado justamente pela sua dedicação à mudança pacífica e ao respeito ao Estado de Direito. A sua aversão à injustiça formou as bases para os seus esforços para resolver conflitos sem vingança ou derramas de sangue, e para o seu apoio às políticas moderadas na África do Sul pós-apartheid.

Os delegados do Comitê Internacional da Cruz Vermelha que visitaram Mandela de 1967 a 1986, primeiro em Robben Island, depois no Presídio de Pollsmoor após a sua transferência em 1982, ficaram maravilhados com a sua força e determinação e com a sua vontade de ajuda os outros internos.

Mandela será lembrado não somente pelos seus inúmeros serviços ao povo da África do Sul, mas também como um exemplo para o mundo todo.

Peter Maurer, presidente do CICV