logo


12-11-2013 Comunicado de imprensa

Genebra/Manila/Sydney – Após o devastador tufão Haiyan (Yolanda) que atingiu a região central das Filipinas no dia 8 de novembro, o Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho faz um apelo de 87 milhões de francos suíços (94,6 milhões de dólares) para assistir cerca de 10 milhões de pessoas afetadas pelo maior tufão já registrado na história.

No mapa, as áreas afetadas pelo tufão Haiyan

Há estragos generalizados em nove regiões das Filipinas. Enquanto as autoridades ainda estão confirmando o número exato de vítimas, calcula-se que milhares de pessoas foram mortas ou estão desaparecidas. “A cena é de completa devastação”, disse o presidente da Cruz Vermelha Filipina, Richard Gordon. “Muitas pessoas perderam os seus lares e precisam desesperadamente de alimentos, abrigo e água. Será um longo caminho para a recuperação”.

O apelo emergencial visa ajudar a Cruz Vermelha Filipina a levar ajuda essencial a milhares de famílias. Dentro do apelo geral, a Federação Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho faz um apelo de 72 milhões de milhões de francos suíços para proporcionar alimentos, água potável, abrigo e outros artigos essenciais para cem mil famílias durante um período de 18 meses.
“A ajuda deve chegar às pessoas necessitadas o quanto antes”, disse o diretor da Federação para a Ásia e o Pacífico, Jagan Chapagain. “A vantagem da Cruz Vermelha Filipina é a nossa grande rede de contatos no terreno, somada ao forte apoio de todos os parceiros do Movimento no mundo todo, o que nos permite chegar às comunidades mais remotas rapidamente”.
O Comitê Internacional da Cruz Vermelha faz um apelo de 15 milhões de francos suíços especificamente para as áreas que já eram afetadas pelo conflito armado. “A destruição que a Ilha de Samar sofreu é indescritível e será o principal foco da nossa resposta inicial”, disse o chefe de operações do CICV para a região, Alain Aeschlimann. “Isso inclui levar ajuda essencial como alimentos, água, abrigo e assistência básica à saúde.

Também ajudaremos às famílias separadas a restabelecerem o contato e trabalharemos com as autoridades para proporcionar condições razoáveis para os detidos”.
Nos últimos meses, a Cruz Vermelha Filipina vem respondendo às diversas emergências, incluindo tufões e enchentes, e mais recentemente um terremoto de magnitude 7.2 que atingiu Bohol. “Este é um dos piores desastres de todos dos tempos em um dos países mais propensos a desastres no mundo. O tempo urge para salvar a maior quantidade de vidas possível”, disse Gordon.

p-PHL1123

p-PHL1125

Mais informações:
Cruz Vermelha Filipina
Richard Gordon
Presidente, Cruz Vermelha Filipina
Tel: +63 917 899 7898 / @philredcross

Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho
Patrick Fuller
FICV Manila
Tel: +60 12 230 8451 / @Pat_Fuller
Benoit Carpentier
FICV Genebra/Sydney
Tel: +41 79 213 2413 / @benoistc
CICV
Soaade Messoudi
CICV Manila
Tel: +63 918 907 2125
Ewan Watson
CICV Genebra/Sydney
Tel: + 41 79 244 64 70 / @ewatson
David-Pierre Marquet
CICV Genebra
Tel:  +41 79 536 92 48
Tel:  +41 79 536 92 48